Palafralas

Durante sua visita ao meu apê, minha querida irmãzinha Ana Paula me disse que, segundo o Anselmo, ela podia exclamar “bucéfalo!”, porque não era um palavrão, mas sim o nome do cavalo de Alexandre, o Grande. Pois consequentemente ela pode adicionar a seu vocabulário, agora, as exortações “caráfalo!“ e “filho-da-púfala!”.